Butterfly Soul

Butterfly Soul

Rascunho Literário
Guia para Mamãe de Primeira Viagem
BS no Youtube

100 livros essenciais da literatura brasileira

Oie galerinha! Como vocês estão?

Semana passada estava vendo alguns vídeos de resenhas de livros quando me deparei com um livro (ou revista, não entendi muito bem) que a Bravo publicou com os 100 livros essenciais da Literatura Brasileira. Na hora eu me interessei por comprar, mas procurei bastante e não consegui, acho que já está esgotado. Então consegui achar uma lista na internet com esses livros, e vou colocar pra vocês aqui embaixo, para quem quiser acompanhar.

Estou pensando em começar a ler essa lista e ir marcando tudo o que eu for concluindo, o que vocês acham?

1. Memórias Póstumas De Brás Cubas, Machado De Assis
2. Dom Casmurro, Machado De Assis
3. Vidas Secas, Graciliano Ramos
4. Os Sertões, Euclides Da Cunha
5. Grande Sertão: Veredas, Guimarães Rosa
6. A Rosa Do Povo, Carlos Drummond De Andrade
7. Libertinagem, Manuel Bandeira
8. Lavoura Arcaica, Raduan Nassar
9. A Paixão Segundo G.H., Clarice Lispector
10. Macunaíma — O Herói Sem Nenhum Caráter, Mário De Andrade
11. Lira Dos Vinte Anos, Álvares De Azevedo
12. O Tempo E O Vento, Erico Verissimo
13. Morte E Vida Severina, João Cabral De Melo Neto
14. Vestido De Noiva, Nelson Rodrigues
15. Serafim Ponte Grande, Oswald De Andrade
16. Crônica Da Casa Assassinada, Lúcio Cardoso
17. Os Escravos, Castro Alves
18. O Guarani, José De Alencar
19. Romanceiro Da Inconfidência, Cecília Meireles
20. Triste Fim De Policarpo Quaresma, Lima Barreto
21. São Bernardo, Graciliano Ramos
22. Laços De Família, Clarice Lispector
23. Sermões, Padre Vieira
24. As Meninas, Lygia Fagundes Telles
25. Sagarana, Guimarães Rosa
26. Nova Antologia Poética, Mário Quintana
27. Navalha Na Carne, Plínio Marcos
28. A Obscena Senhora D, Hilda Hilst
29. Nova Antologia Poética, Vinícius De Moraes
30. Brás, Bexiga E Barra Funda, Antônio De Alcântara Machado
31. Paulicéia Desvairada, Mário De Andrade
32. I-Juca Pirama, Gonçalves Dias
33. Baú De Ossos, Pedro Nava
34. A Vida Como Ela É, Nelson Rodrigues
35. A Alma Encantadora Das Ruas, João Do Rio
36. Estrela Da Manhã, Manuel Bandeira
37. Obra Poética, Gregório De Matos
38. Gabriela, Cravo E Canela, Jorge Amado
39. Marília De Dirceu, Tomás Antônio Gonzaga
40. Claro Enigma, Carlos Drummond De Andrade
41. Mar Absoluto, Cecília Meireles
42. Malagueta, Perus E Bacanaço, João Antônio
43. O Pagador De Promessas, Dias Gomes
44. Noite Na Taverna, Álvares De Azevedo
45. Romance D’a Pedra Do Reino E O Príncipe Do Sangue Do Vai-E-Volta, Ariano Suassuna
46. Bagagem, Adélia Prado
47. Viva O Povo Brasileiro, João Ubaldo Ribeiro
48. Memórias De Um Sargento De Milícias, Manuel Antônio De Almeida
49. Cartas Chilenas, Tomás Antônio Gonzaga
50. Canaã, Graça Aranha
51. Memórias Sentimentais De João Miramar, Oswald De Andrade
52. A Coleira Do Cão, Rubem Fonseca
53. Espumas Flutuantes, Castro Alves
54. Um Copo De Cólera, Raduan Nassar
55. A Estrela Sobe, Marques Rebelo
56. Poema Sujo, Ferreira Gullar
57. Lucíola, José De Alencar
58. O Ateneu, Raul Pompéia
59. Fogo Morto, José Lins Do Rego
60. O Quinze, Rachel De Queiroz
61. Seminário Dos Ratos, Lygia Fagundes Telles
62. Invenção De Orfeu, Jorge De Lima
63. Terras Do Sem Fim, Jorge Amado
64. Broquéis, Cruz E Souza
65. O Encontro Marcado, Fernando Sabino
66. A Moreninha, Joaquim Manuel De Macedo
67. Morangos Mofados, Caio Fernando Abreu
68. O Ex-Mágico, Murilo Rubião
69. O Picapau Amarelo, Monteiro Lobato
70. As Metamorfoses, Murilo Mendes
71. Harmada, João Gilberto Noll
72. Ópera Dos Mortos, Autran Dourado
73. O Cortiço, Aluísio Azevedo
74. A Escrava Isaura, Bernardo Guimarães
75. 200 Crônicas Escolhidas, Rubem Braga
76. O Vampiro De Curitiba, Dalton Trevisan
77. O Coronel E O Lobisomem, José Cândido De Carvalho
78. Os Ratos, Dyonélio Machado
79. O Analista De Bagé, Luis Fernando Verissimo
80. Febeapá, Stanislaw Ponte Preta
81. O Homem E Sua Hora, Mário Faustino
82. Catatau, Paulo Leminski
83. Os Cavalinhos De Platiplanto, José J. Veiga
84. Avalovara, Osman Lins
85. Eu, Augusto Dos Anjos
86. O Que É Isso, Companheiro?, Fernando Gabeira
87. O Braço Direito, Otto Lara Resende
88. Quarup, Antonio Callado
89. A Senhorita Simpson, Sérgio Sant’anna
90. Tremor De Terra, Luiz Vilela
91. Zero, Ignácio De Loyola Brandão
92. Galvez, Imperador Do Acre, Márcio Souza
93. Viva Vaia, Augusto De Campos
94. Galáxias, Haroldo De Campos
95. Inocência, Visconde De Taunay
96. Poesias, Olavo Bilac
97. O Tronco, Bernardo Élis
98. O Uraguai, Basílio Da Gama
99. Juca Mulato, Menotti Del Picchia
100. Contos Gauchescos, João Simões Lopes Neto

Beijinhos e até a próxima!

A HERANÇA DE ANA BOLENA, de Philippa Gregory | Rascunho Literário
PROMETO FALHAR, de Pedro Chagas Freitas | Rascunho Literário
A IRMÃ DE ANA BOLENA, de Philippa Gregory | Rascunho Literário
{Playlist} Músicas natalinas
Backstreet Boys (antes e depois)
{Playlist} Músicas mais tocadas por mim em 2016

{Escrita Criativa} Sobre você…

Oi galerinha! Como vocês estão?

Já que algumas pessoas andam me perguntando e pedindo novamente os textos de escrita criativa, eu fiz um hoje pra vocês. Espero que gostem! Mas antes de começar a ler, dá o play aqui embaixo:

Você… Que faz o meu coração palpitar descompassado. Você… Que só com sua presença faz com que eu perca meu eixo… Você… Que poder você tem mesmo sobre mim? Quem te deu esse direito? Porque eu não fui, com certeza.

Sinto como se fôssemos tão próximos, mas ao mesmo tempo tão distantes. Sinto como se eu fosse pular nos seus braços a qualquer momento, com você me olhando como quem não entende nada.

Eu sei, você nunca disse pra mim que queria. Você sempre me tratou só como amiga, mas eu não consigo não sentir só isso porque eu sei que rola muito mais do que isso. Nós somos tão iguais! Será que só eu enxergo?

Por você eu perco minhas estribeiras, firo as minhas leis, deixo tudo pra trás. Por você, eu engulo meu orgulho, só pra estar perto. Hoje eu infelizmente prefiro você perto de mim falando de outra mulher a não ter mais a sensação de te ter ao meu lado.

Eu sei, parece estranho. E é. Mas eu simplesmente não consigo ficar longe de você. Já fiz tantos planos, já plantei tantas sementes, já despendi tanto tempo. Já gastei tanta energia, já sonhei desmedidamente.

Já escutei músicas pensando em você, e fiz uma playlist de 9h. Quando estou com saudades, coloco pra tocar e deito olhando pro teto. Vou dormir sentindo você através da música. Afinal de contas, não foi isso que nos conectou em um primeiro momento?

Eu sei que você me acha linda. Eu sei que você me admira, então por que você procura em outro lugar? Pra provar pra si mesmo que não precisa de mim? Bobagem! E você sabe que precisa! Quando eu sumo por alguns dias, você sente falta e me procura. Então, vamos parar de fingir?

Quando estamos juntos parece que a tensão é tão grande que alguém que chegue perto toma um choque. Conseguimos virar a noite conversando sobre tudo e sobre nada. Nós sabemos 100% um do outro e mesmo assim continuamos firmes e fortes.

Posso não ter comentado, mas eu sei que você me olha. Você repara em mim quando eu estou distraída, ou quando eu finjo que estou distraída. Você olha pra mim e vê minha alma. Esse é o olhar. Então por que você foge? Por que nunca toca no assunto?

Sei que não sou perfeita, e você também não é. Tudo é uma questão de adaptação. Deixa de ter medo e vamos viver a vida. Ela é muito curta pra não fazer alguma coisa com medo do que pode dar errado.

{Escrita Criativa} Qual é a sua, afinal?
Isso é amor, o resto é posse
{Escrita Criativa} O tempo passou

{Escrita Criativa} Qual é a sua, afinal?

Eu achei que você gostasse de mim. Tantos sorrisos, tantos beijos.

Eu achei que você me admirava. Tantos elogios, tantos olhares.

Mas por que garotos são tão volúveis? Ou talvez sejam as garotas apegadas demais?

Aquele dia que você me levou pra ver Os Croods no cinema parecia que ali começaria uma nova história pra mim. Uma história onde eu amaria e seria correspondida. Já se foram quase dois anos desde aquele dia. E eu ainda aguardo um pedido de namoro.

Não consigo conviver com essa sua inconstância. Tem vezes que você está um amor, me leva pra sair, faz questão de pagar tudo, faz todos os carinhos do mundo e eu me sinto sortuda de estar ao seu lado.

E de repente some por semanas.

Não sei se conseguiria viver sem você, por isso continuo me sujeitando a esse joguinho. Será falta de amor próprio ou será que eu realmente achei alguém que preenche os requisitos e estou com dificuldades pra abrir mão?

Essa pergunta não sei responder.

Talvez o primeiro.

Talvez o segundo.

Talvez um pouco de cada.

Só sei que perdi a conta de quantas vezes dormi escutando Nando Reis e lembrando de você, dos seus beijos. Só sei que cada roupa que eu compro, eu penso nas ocasiões que posso usar com você. Mas por vezes, fico mais de um mês sem qualquer sinal.

Seria demais, além de tudo, ainda te procurar. Seria dar bandeira demais. Já que você está tão solto e claramente não tem maturidade pra uma relação, por que vou me dar ao trabalho de correr atrás?

Mas ao mesmo tempo, também não consigo seguir em frente e procurar alguém mais adequado. Talvez porque você seja o mais capacitado pro cargo de meu namorado.

Namorado.

Era só assim que eu queria chamar você.

E não posso.

{Escrita Criativa} Sobre você…
Isso é amor, o resto é posse
{Escrita Criativa} O tempo passou
Página 1 de 151
12345... 151››