Butterfly Soul
Rascunho Literário
Guia para Mamãe de Primeira Viagem
BS no Youtube

A vida é muito curta!

Já dizia Oscar Niemeyer: "A vida é um sopro". E olha que ele viveu beeem acima da média da população mundial… Rsrsrs… Se pra ele a vida foi um sopro, imagina pra nós.

O caso é o seguinte: eu vivi alguns anos da minha vida com o complexo do "E se…" Conhece? Esse é o complexo das mulheres e dos homens travados, que deixam de fazer qualquer coisa na vida com medo de dar errado. "E se eu for à praia e a água estiver gelada demais? Acho melhor ficar em casa." E naquele dia, aquele indivíduo perdeu um super dia na praia, com a água na temperatura certinha, e água de côco embaixo da barraca. Sabe por quê? Ele se concentrou no que podia não dar certo e deixou de aproveitar o que poderia dar.

Assim acontece nos relacionamentos. As pessoas têm uma aversão ao que pode não dar certo e têm medo de sofrer. Vou te dizer uma coisa: sempre fui namoradeira. Não, nunca fui de ficar com um monte de homens nem nada disso, os caras que se aproximavam sabiam como eu era. Ou entravam no esquema ou pulavam fora. E sabe qual é o esquema? Quer sair comigo? Tranquilo. Me ligue. Namore. Não faça joguinhos. Não curtiu, tchau. Curtiu? Vambora. A vida é assim, gente!!! Se um não curte, o outro sofre, claro. Mas o sofrimento é saudável pro nosso crescimento (não é bom, mas é saudável)!!! Não viemos aqui pra pular corda e comer pudim, viemos aqui pra aprender e melhorar a cada dia. E só melhoramos, aprendemos e nos moldamos mais um pouquinho através das experiências que passamos.

Sofrer dói, mas é necessário. Não fique traumatizado com a dor. A dor faz a gente lembrar que somos humanos, falhos, que estamos vivos. Precisamos aprender a conviver com as dores que sentimos, a superá-las, sobrepujá-las. Esse é o exercício que faz a gente ir amadurecendo. Essa é a virtude que faz nossos filhos olharem pra gente com olho brilhando e dizer: "Você é meu herói (ou heroína)!". Mal sabem eles o quanto já sofremos, o quanto melhoramos e o quanto amadurecemos pra poder hoje sorrir e parecer que não temos medo de nada.

A questão é a seguinte: se você quer, vai lá e se joga mesmo! Não fica com medo não! É melhor se jogar e ter a possibilidade de viver um relacionamento lindo, do que não se jogar e deixar aquela pessoa passar e viver um relacionamento lindo com outro (e você ficar chupando dedo).

E agora, um vídeo educativo:

Espremendo tudo de um relacionamento falido
Namore o seu melhor amigo
Sei que meu relacionamento é abusivo quando…

6 comentários
  • Chell

    Achei esse seu post maravilhoso! Acho que agora entendi algumas coisas que estão se passando pelas bandas de cá. Achei digno =D

    [Reply]

    Mariana Reply:

    hahahaha… pelas bandas daí?
    isso tá acontecendo no mundo todo… hahahaha… nossa geração é muito medrosa!
    bjos

    [Reply]

    Responder
  • Karen Vanessa (@vskaren)

    Como assim eu fico longe um tempinho e o blog muda completamente? *________*
    Super amei a nova carinha, combina muito mais com você. <3
    Ainda estou na correria, mas vou fazer de tudo para visitar mais vezes, tá?
    Aliás, lindo seu texto, assim como você. Beijos com muito amor. Ka! ?
    http://www.normalidadeincomum.com.br
    http://www.youtube.com/NormalidadeIncomum

    [Reply]

    Mariana Reply:

    ownnnnnnnnnn *———-* obrigadaaaaaa
    eu tb to devendo um milhão de visitas no seu bloguinho hehehehehe
    bjos

    [Reply]

    Responder
  • Aninha

    Sofrimento realmente é algo que marca a gente mesmo. Eu passei por uns pedaços (ainda passo, mas…) que me fizeram aprender muita coisa! Mas percebi que fiquei muito mais cuidadosa depois dos acontecimentos, sabe? E também aprendi aquilo que eu não aceito vindo de outras pessoas. Enfim…
    Eu tinha passado por aqui antes, já tinha visto a mudança no blog! Mas como não comentei antes, quero dizer agora que adorei! O layout ficou lindo, e eu gostei do nome também!
    Beijos!

    [Reply]

    Mariana Reply:

    vc tah certíssima… o sofrimento é ruim mas faz a gente aprender e a saber onde é nosso limite… a gente passa a se conhecer bem mais, não é mesmo?
    que bom que gostou do espacinho novo! ainda estou terminando os ajustes rsrsrs… bjos :)

    [Reply]

    Responder