Amigos não nascem em árvores

Em 08.04.2015   Arquivado em Aleatórios

Com a onda das redes sociais, cada dia que passa temos mais amigos conectados a nós. Hoje, eu tenho quase 900 amigos, só no meu perfil pessoal do Facebook. Tirando aquelas pessoas que estão em outras redes sociais e aquelas que não usam internet.

Se formos parar pra pensar, cada dia que passa estamos mais tempo em contato com outras pessoas, e menos tempo só conosco. Mas mesmo assim, isso não impede de não nos sentirmos sozinhas.

Eu por exemplo, me sinto sozinha constantemente, mesmo com toda essa gente conectada a mim. Só no meu Whatsapp tenho mais de 100 amigos que usam o mesmo aplicativo, pessoas que eu posso entrar em contato a qualquer momento do dia.

Mas a pergunta que não quer calar é: você sabe mesmo o que é um amigo?

Com a crescente onda conectada, as redes sociais contam pra você que todo mundo é seu amigo. Mas a banalização dessa palavra é muito perigosa, e pode trazer sofrimento pras pessoas que realmente acreditam que os quase 900 amigos no Facebook são seus amigos de verdade. Vamos ao dicionário.

Amigo

a.mi.go – adj (lat amicu)
1 Que tem gosto por alguma coisa; apreciador. 2 Aliado, concorde. 3 Caro, complacente, dileto, favorável. 4 Dedicado, afeiçoado. 5 Indivíduo unido a outro por amizade; pessoa que quer bem a outra. 6 Companheiro. 7 Defensor, protetor.

Quando a gente lê o dicionário, começa a ver que de todas as pessoas que você se conecta por dia ou já se conectou ao longo da vida, poucas se encaixam nessa descrição.

Pra ser um aliado, um concorde, não é de uma hora pra outra. Claro que existem algumas vezes na vida que você conhece uma pessoa e ela se conecta a você de maneira inexplicável, e vocês se tornam parceiros em tempo recorde. Mas acontecer isso talvez seja uma vez na vida. E outros talvez nunca passem por isso.

Ser um amigo é muito mais que curtir uma foto, muito mais que mandar um recado de feliz aniversário. Ser amigo é muito mais do que passar horas conversando no Whatsapp. Ser amigo requer suor, tempo e dedicação. Você precisa investir nessa relação e construir a cada dia, assim como você faz com um namoro, por exemplo. Você precisa ouvir, falar, concordar, discordar, defender suas ideias e pontos de vista, dar uma sacudida na outra pessoa quando ela precisa. Ser amigo é ligar quando o outro está doente, e muitas vezes até cuidar dela se for preciso.

Meus amigos, que são bem poucos, já me viram nos melhores e piores momentos. Sabem minhas falhas, meu calcanhar de Aquiles, e sabem também quais são minhas qualidades. Alguns deles nem têm Whatsapp, e a maioria nem tem a minha idade. Porque não é preciso ter a mesma idade que eu e gostar de ouvir o mesmo som. Ser amigo é mais profundo que isso. Tenho amigos de verdade que têm a idade dos meus pais, alguns que já têm netos, e posso passar o dia com eles conversando sobre tudo, dando e recebendo conselhos. Sempre fui mais apegada às pessoas mais velhas, mas isso seria assunto pra outro post.

Essa é a simples razão pela qual eu sinto uma coceira quando eu vejo alguém aleatório me chamando de amiga. Algumas vezes eu até sorrio, outras chamo de amiga de volta pra não ser mal educada. Mas amigo é um título sagrado, que requer esforço pra ser conquistado.

No dia do amigo você compartilha uma imagem linda na Timeline do Facebook e marca um monte de gente. De todas essas pessoas, quantas iriam segurar sua mão no hospital? Quantas delas iriam até sua casa em um momento difícil pra você?

Pense um pouco mais sobre isso antes de chamar as pessoas de amigas. Amigos não nascem em árvores.

  • Flávia

    Em 08.04.2015

    Eu acho que as redes banalizaram muito o significado de amigo. Ainda assim, acho que elas também contribuem pra nos levar a conhecer pessoas especiais.

    Bjs

    http://www.digoporai.com

    [Reply]

    Mariana Reply:

    isso é verdade! conheci algumas pessoas que são mt especiais pra mim através das redes sociais… mas até chegar a merecer entrar na categoria de amigo, demora um pouco rs
    bjos :3

    [Reply]