Conflitos no casamento: Deixando claro as prioridades

Em 18.12.2013   Arquivado em Relacionamento

Nesses 3 anos de casamento foram incontáveis as vezes que eu e meu marido brigamos. Por motivos fúteis, motivos sérios, não importa. Foram muitas brigas e desentendimentos, choros pra um lado, bico pro outro, e muitas vezes vontade de desistir. Então eu comecei a perceber um padrão que se repetia cada vez que a gente tinha um desentendimento. Era praticamente sobre as mesmas coisas! Podia ser um pingo ali a mais, uma vírgula ali a menos, mas era quase sempre pelos mesmos motivos. Por isso, eu bolei uma estratégia, que deu super certo aqui em casa:

Ponto 1 – Pegar o marido pelo estômago

Em uma noite qualquer em que NÃO ESTÁVAMOS BRIGADOS, eu resolvi fazer um jantar especial com tudo que ele gostava. Pegar o homem pelo estômago é UMA DAS táticas mais velhas que uma mulher pode usar pra desarmar o marido, e eles sempre caem como patinhos! hahaha…

Ponto 2 – Criar um clima agradável

Não adianta fazer o jantar no dia em que a tensão paira no ar. Precisa ser um dia em que vocês 2 estão bem, ele chega em casa e sente o cheirinho da comida, você está de bom humor (por favor, nada de DR na época da TPM) e cheirosa. O jantar precisa ser descontraído, vocês conversam sobre coisas em comum, sobre como foi o dia pra deixar ele desabafar. O importante é estar um clima agradável pra poder introduzir a conversa.

Ponto 3 – Colocar o plano em prática

Agora sim, o plano. Aqui em casa eu fiz o seguinte: dei um papel e caneta pra ele e outro pra mim. Eu pedi pra ele escrever quais eram as 5 coisas mais importantes que precisavam dar certo pra ele estar feliz. Eu fiz o mesmo com meu papel. Podia ser qualquer coisa, desde “sempre ter Doritos em casa” até “estar estável financeiramente”!
Foi incrível como eu e ele demoramos pra completar a lista, porque normalmente as coisas que precisam funcionar pra gente ser feliz estão tão escondidas no nosso cérebro que precisamos de uma certa reflexão pra ter consciência do que realmente é importante pra gente.
Depois da lista pronta, trocamos os papéis e explicamos um pro outro cada tópico e como o outro poderia ajudar.
Exemplo: “Tópico 1 – A casa precisa estar limpa e arrumada.” Então eu explico pra ele que pra eu estar feliz, eu preciso viver num ambiente limpo e arrumado, e ele precisa me ajudar arrumando ou simplesmente não bagunçando o que eu arrumo.

Ponto 4 – Colar o resultado na porta do armário

Escrever a lista pode ser esclarecedor pra ambas as partes. Podemos entender na hora a importância dos tópicos do outro e concordar com a nossa mudança pra fazer o outro feliz. Mas não tem aquele provérbio que diz que mais vale um papel e caneta do que a melhor das memórias? (É algo nesse sentido) Então! Daqui a 1 semana não vamos mais lembrar de cabeça os 5 tópicos do outro. Por isso, colar na porta do armário ou um outro lugar bem visível é importante pra deixar fresquinho na mente o que precisamos fazer pro outro ser feliz e o que não podemos fazer, se não dá briga.

Ponto 5 – Reler periodicamente

E por último, precisamos reler periodicamente com nosso marido essa lista. Isso é importante porque muitas vezes algum dos tópicos já vai estar funcionando bem, e você tem a chance de renovar sua lista de prioridades. Caso não queira renovar, pelo menos vão ter a oportunidade de debater juntos como as coisas estão indo.

A chave pra um casamento sem conflitos é a boa comunicação. Se isso não acontece por qualquer motivo, precisamos de subterfúgios pra que façamos dar certo. Aqui em casa funcionou muito bem, espero que possa ajudar vocês! :)

  • Juliana

    Em 18.12.2013

    Que delicadeza. Esse post é lindo.
    Vou guardar nos meus favoritos, porque vou precisar. Acho que todos os casais do mundo deveriam ler isso :)

    Beijos!

    [Reply]

    Mariana Cruz Reply:

    que bom que gostou! :)
    aqui em casa deu super certo!
    bjos

    [Reply]

  • Gislei

    Em 18.12.2013

    Suas dicas são incriveis, kkk eu não sou casado mas quando me casar, quero me minha mulher seja como você e use estas taticas viu ksksks!
    http://www.quasemeianoite.com/

    [Reply]

    Mariana Cruz Reply:

    hahahahahahahahaha
    o negócio é que hoje em dia, pessoal trata casamento assim: “se não der certo, separa!”
    eu não, eu casei pra sempre! então temos que preservar o amor e resolver os conflitos, né? se não, não dá certo 😛

    bjos

    [Reply]

  • Gabi Barbará

    Em 18.12.2013

    olha, casamento é algo que nao está nos meus planos, mas amei o post. acho que essas dicas servem pra vida, pra qualquer tipo de conflito, seja no trabalho, com um amigo ou consigo mesmo, fazendo as respectivas adaptações. Deu muita snsibilidade. Adorei.

    bjs de Manila,
    Gabi Barbará
    Barbaridades!

    [Reply]

    Mariana Cruz Reply:

    ah! que bom que gostou! nunca tinha pensado em usar essa técnica fora do casamento, mas foi uma boa ideia a sua, gostei! :)
    bjos

    [Reply]

  • Carolina Rosales

    Em 18.12.2013

    Adoreeeiiii…. vou fazer claro! Só que 5 itens é tão pouco!!! Rs

    [Reply]

    Mariana Cruz Reply:

    mas esses 5 itens são um loop infinito por toda a vida hahahahahahahaha
    bjos

    [Reply]