Butterfly Soul
Rascunho Literário
Guia para Mamãe de Primeira Viagem
BS no Youtube

Eduque seu filho para ser feliz

Embora no começo da minha infância eu tenha vivido uma vida relativamente boa (falando financeiramente), meus pais nunca me davam presentes "fora de época". Tá bom. O que eu quis dizer com isso? Eu quis dizer que filhos só tinham direito de ganhar presentes em datas comemorativas como Natal, Páscoa e aniversário. Não adiantava agarrar o ursinho de pelúcia na loja, nem fazer biquinho nem se espernear (se esperneasse ainda ficaria de castigo quando chegasse em casa).

Dia das Crianças também não era considerado data comemorativa pra nossa família, então, eu tinha que me conformar vendo outras crianças ganhando Maletuxa e eu chupando dedo.

Algumas vezes foi um pouco traumático, pois eu criava bastante expectativa se naquele ano finalmente eu ganharia um presente de Dia das Crianças. Mas isso nunca acontecia, e mais um ano eu engolia minha frustração.

Os anos foram passando e eu aprendi que realmente eu não ia ter presentes fora de época, e Dia das Crianças era uma data inventada pra serem consumidos mais brinquedos desnecessários. A frase que eu escutava era exatamente essa mesmo: "Dia das Crianças é uma data inventada pra serem consumidos brinquedos desnecessários". Eu ouvia e repetia, como um papagaio. Se alguma criança me perguntava o que eu tinha ganhado de presente, eu respondia: "Dia das Crianças é uma data inventada pra serem consumidos brinquedos desnecessários".

Hoje, aos ~quase~ 30 anos, sabe o que eu vejo? Posso ter "sofrido" naquela época, mas hoje consigo ser feliz com o que eu tenho. Gostaria de ter mais coisas, uma situação financeira melhor? Claro que sim! Mas isso não me faz uma pessoa infeliz. Eu sou feliz com o que tenho, e o que tenho não é determinante pro meu estado de espírito.

Sou grata aos meus pais por isso, e também ensinarei pro meu filho que… "Dia das Crianças é uma data inventada pra serem consumidos brinquedos desnecessários" e também que Natal não é a troca de presentes, e dia das mães, e…

Eduque seu filho para ser feliz, e não para ser rico. Assim ele saberá o verdadeiro valor das coisas, e não seu preço.

Princípios montessorianos para a educação do seu filho
Sobre a formação de leitores no Brasil
Quando meu filho vai parar de babar?

8 comentários
  • Aléxia Oliveira

    Meus pais não foram tão "rígidos" assim, mas eu nunca fui de ganhar presente todo mês, geralmente eu ganhava presente em aniversário, dia das crianças, natal (só pelo "papai noel") e pascoa só ovo de pascoa mesmo, uma vez ou outra recebia uma barbie ou alguma coisinha, como um gibi. Acho isso bom, porque ultimamente as crianças recebem tanto e nem dão valor, é ganhar um brinquedo novo e esquecer do outro, e no dia seguinte pedir mais um. Os pais estão criando crianças consumistas, quando na verdade criança não tinha que saber o valor, eu tinha barbia de 2 reais e achava o máximo só por ter uma com que brincar, haha.

    [Reply]

    Mariana Reply:

    é bem por aí mesmo, infelizmente… eu tb só fui ter minha barbie de verdade já burra velha, e não morri por isso… :)
    bjos

    [Reply]

    Responder
  • Clay

    Aqui em casa sempre foi assim tbm..
    Só ganhávamos presentes em determinadas datas e quando nos comportávamos..

    Hoje vejo minhas irmãs comprando mimos para meus sobrinhos e acho um exagero, pq eles olham, brincam e depois largam..
    E estão sempre querendo mais, ou seja, não valoriza =/

    [Reply]

    Mariana Reply:

    é… tb vejo isso com algumas crianças da minha família… mas pelo menos com meu filho eu não vou fazer isso heheheh
    bjos

    [Reply]

    Responder
  • Mah

    Eu acho que isso é muito relativo. Eu sempre ganhei muitos presentes mas também levei muita bronca, nunca fui uma criança mimada e hoje se eu não posso ter uma coisa eu me conformo. O problema é que hoje em dia a maioria das mães trabalham fora e se sente culpada por não passar tanto tempo com os filhos, por isso fica recompensando com coisas materiais e também não tem coragem de brigar quando a criança faz algo errado. Na minha opinião, eu acho que o problema maior é a falta de educação e não o exagero de presentes.
    XoXo
    Mah
    http://mah-in-wonderland.blogspot.com

    [Reply]

    Mariana Reply:

    sim, também tem esse lado de não passar tanto tempo quanto deveria com os filhos e tentar substituir a falta de atenção por presentes… :(

    [Reply]

    Responder
  • Victória Souza

    Aqui em casa acho que penso mais assim do que meus pais… às vezes eu ainda ganho um presentinho ou outro sem data comemorativa mas nunca fui uma criança "pidona", e até hoje minha mãe se cobra por eu não ter aceitado uma boneca de presente do dia das crianças aos 13 anos, dá pra acreditar? haha Meus filhos serão educados desse jeitinho, nenhuma criança vai ser a mais feliz por ter tudo o que quer, até porque nenhum brinquedo supre o valor do amor e carinho dos pais… Bom, é o que eu penso né.. rs
    Beijos!

    [Reply]

    Mariana Reply:

    concordo <3
    agora recusar presenteeeeeeeeeeeee… :O doida hehehehe bjos

    [Reply]

    Responder