…mas a saudade nunca vai embora!

Em 11.01.2015   Arquivado em Pessoal

Ontem meu filho primogênito faria aniversário. 3 anos. Mesmo que ninguém lembre, mesmo que a vida passe como se ele nunca tivesse estado nesta Terra, eu me lembro. Uma mãe de verdade nunca se esquece dos seus.

As pessoas sempre me perguntam muitos detalhes sobre a morte do meu filho, mas eu sinceramente não estou preparada pra responder todas essas perguntas. Quando estiver, eu falarei. Comentei algumas coisas aqui .pra quem ainda estiver muito curioso.

Pra mim, sinceramente ainda passa um filme na minha cabeça. Desde o dia que eu comecei a passar mal até o dia que ele nasceu, e depois o dia que ele foi embora.

Por muito tempo, só de levantar da cama era uma vitória. Alguns dias eu ainda fraquejo, mas desde que o Rodrigo nasceu, a vida tem sido mais fácil. Não que um filho substitua o outro. Nunca. Eles são seres diferentes e individuais. Nada vai tapar o buraco do primeiro filho. Mas confesso que depois do Rodrigo meu coração acalmou muito.

Algumas coisas me dão forças pra continuar. A primeira delas é saber que eu tenho uma família eterna e que ele está lá do outro lado do véu esperando por mim. A segunda é saber que ele foi um ser tão especial que só precisou de 3 dias nesse mundo triste pra cumprir sua missão e voltar direto pra Deus, imaculado, sem nenhum pecado. A terceira é saber que Deus confia tanto em mim e no meu marido que nos achou dignos de sermos pais de um ser tão especial. A quarta é que eu não sou a única mãe que passei por essa dor. A quinta e última é saber que a minha dor me ajudou a amadurecer e me deu mais chances de ajudar outras mulheres.

  • Natália Santos

    Em 11.01.2015

    Mari, o fato de saber que todos os dias alguém perde uma pessoa especial me faz sofrer menos também. Em setembro de 2014 perdi meu irmão caçula, já tinha 27 anos, não que ele fosse o irmão que eu mais gostava, mas era o irmão que cresceu junto comigo, a nossa diferença de idade não era nem de dois anos, então sempre fomos muito unidos, e às vezes ainda choro muito porque sinto a sua falta, mas aí eu me lembro que nesse exato momento tem alguém recebendo a triste notícia de que perdeu alguém, e aí eu peço Deus para consolar essas pessoas e dar-lhes forças para continuar, porque foi isso que Deus fez e continua fazendo comigo e com minha família.
    Então eu peço que Deus continue confortando o seu coração, pois só de saber que meu irmão está num lugar muito melhor que esse mundo em que vivemos me sinto mais confortada :)

    Um grande beijo!
    http://nattypoupee.blogspot.com
    http://nattwonderland.blogspot.com

    [Reply]

    Mariana Reply:

    :’)

    [Reply]

  • Maria Cândida

    Em 11.01.2015

    Minha mãe perdeu muitos bebês, a maioria nunca chegou a ver a luz do dia, mas ela teve uma filha que chegou aos seis anos, depois teve mais dois (eu e meu irmão). Eu vejo que minha mãe sente falta da minha irmã todo dia, eu mesma mal a conheci e sinto-me meio mal por não tê-la por perto… Isso tudo é tão injusto, mas é preciso ser forte de alguma maneira e jamais esquecer a pessoa maravilhosa que esteve ao nosso lado por tão pouco tempo.

    Beijos. ;*

    [Reply]

    Mariana Reply:

    eu acredito que a vida é um período de provação, que estamos aqui para sermos testados e aperfeiçoados. e acredito tb que as criancinhas que morrem são exaltadas, porque eram puras e não tinham pecado. 😉
    por isso acredito que meu filho e a sua irmãzinha são seres muito especiais que só precisavam ganhar um corpo e voltar a viver com Deus. acredito que Deus escolhe famílias muito especiais pra colocar esses anjinhos, pra eles cumprirem sua breve jornada em segurança.
    não conheço sua mãe, mas já sei como ela é uma mulher muito especial. <3 bjos

    [Reply]

  • Ana Paula

    Em 11.01.2015

    Sabe…lidar com perdas pessoais é muito difícil…sensação vazio misturado com saudade..me sinto assim as vezes…sentimento vai e volta…mas tento me manter firme..choro quando sinto necessidade e assim vou vivendo..que Deus console sempre seu coração e família única e eterna é tudo…uma coisa que aprendi com tempo..ele amortiza dor..mas lembranças e saudade sempre irá vir e voltar, pois é um amor tão forte que eu até hoje não sei explicar, amor de alma..bjssss

    [Reply]

    Mariana Reply:

    😉

    [Reply]

  • Roberta Ferreira

    Em 11.01.2015

    Poxa Mari, não vou nem dizer que eu sei pelo o que vc passa/passou.
    Nem consigo imaginar perdendo alguém assim. Minha mãe perdeu a primeira filha mas eu ainda nem era nascida. Ela não gosta muito de falar a respeito. Mesmo 3 anos depois, que Deus continue agindo em seu coração, te confortando e que vc tenha a certeza que seu anjinho está na glória com o pai eterno. Um beijão :)

    [Reply]

    Mariana Reply:

    <3

    [Reply]