Butterfly Soul

Butterfly Soul

Rascunho Literário
Guia para Mamãe de Primeira Viagem
BS no Youtube

Essa semana…

Essa semana eu resolvi fazer tudo diferente.

Resolvi colocar minha vida em dia. Resolvi fazer as coisas no meu tempo, e não ficar desesperada coma pressão de fazer muitas coisas. Resolvi ficar no computador só no trabalho, e em casa fazer outras coisas e ficar com meu marido. Resolvi dormir cedo e cuidar de mim. Resolvi ir no médico que há tempos eu precisava ir. Resolvi não comer besteira e comprar biscoito de soja e barrinha de cereal. E também resolvi ir cuidando da casa durante a semana e não deixar tudo pro sábado.

Resultado: alguns posts a menos no blog, menos tempo no Facebook, mais tranquilidade, casa mais arrumada, sono em dia, saúde em dia, coisas no trabalho bem mais organizadas, mais sono e mais conversa com meu marido.

Adorei. Vou fazer isso mais vezes! 😉

Autoconhecimento através da astrologia
{App} Doodle Face
Bem vindo 2016!!!

O que é a felicidade pra você?

O que você procura? Alguns procuram carros, boa posição social, ser bem sucedido no trabalho, ter dinheiro, viajar, um amor impossível… As pessoas procuram muitas coisas em suas vidas. Mas no final todas estavam procurando uma só coisa: a felicidade.

Na minha vida, eu posso ver claramente várias etapas desse processo de "à procura da felicidade". Primeiro eu me revoltei com a realidade que eu tinha, porque não era nada igual à que eu imaginava. Bati de frente com tudo e com todo mundo. Depois eu quis descobrir por mim mesma como era a vida, e quis buscar sozinha minha felicidade. Mas vamos combinar que ninguém é feliz sozinho! O indivíduo é uma metade! Então eu comecei a procurar em outras pessoas a minha felicidade. Mas não procurei nas pessoas que realmente podiam me completar.

Depois de muitos anos finalmente eu resolvi fazer a coisa certa. Eu olhei pra dentro, refleti onde eu estava errando e me perguntei como eu poderia realmente achar a felicidade. Eu olhei pra cima. Vi alguém muito maior que podia me ajudar. Me arrependi por ter sido uma filha tão rebelde por tantos anos e resolvi tentar ser o que eu sabia que podia ser. Na verdade eu era, sempre tinha sido, só não tinha me dado conta. Eu era uma princesa.

Resolvi agir como uma princesa que eu era. Não aceitava mais qualquer elogio, porque eu não era uma qualquer. Não aceitava mais usar qualquer roupa, porque princesas de verdade guardam o que tem de melhor pra melhor hora. Resolvi que músicas vulgares não mostravam quem eu era de verdade, então eu devia aboli-las da minha vida e só escutar músicas que me trouxessem bons pensamentos e combinassem comigo. Resolvi parar de tentar imitar pessoas que são populares, pra me destacar por ser diferente e especial.

Então um dia eu o vi. Ele tinha uma gravata branca, e seus olhos viam como eu realmente era. Era ele. O meu príncipe. Ele não tinha um cavalo, nem morava num castelo. Mas podia me fazer feliz para sempre. Ele não tinha dinheiro no banco, mas tinha vontade de fazer dar certo. Ele não era muito falante, mas o que ele dizia já bastava.

Ele não me prometeu viagens por todo o mundo, nem que poderia pagar roupas de grife pra mim. Ele nunca disse que nós íamos morar num castelo. Mas ele me prometeu que poderíamos construir nossa cabaninha juntos. Ele me prometeu uma vida cheia de amor e ternura. Me prometeu sempre se lembrar de quem eu era, e me tratar como tal. Me prometeu filhos. Me prometeu a cada dia dizer que me amava e me encher de beijos. Então eu prometi de volta dar o melhor de mim pra cuidar dele e dos nossos filhos. Prometi escutá-lo todos os dias e acalmá-lo quando fosse preciso. Prometi que a cada dia iria ver quem ele realmente era. Prometi que juntos teríamos uma vida tranquila, feliz e cheia de amor.

No dia 22/01/2011 eu me casei com meu príncipe. Nesse dia, ele me olhou nos olhos, e viu quem eu era. E eu olhei nos olhos dele e vi quem ele era também. Juntos tivemos um filho tão especial que não precisava ficar nesta Terra. Juntos a cada dia nos lembramos de nossa família e isso nos dá forças pra continuar prosseguindo.

Juntos, podemos viver felizes para sempre. Isso pra mim é a verdadeira felicidade. O resto é complemento.

30 coisas pelas quais eu sou grata
{Uma mulher para admirar} Irena Sendler
Feliz Natal

Comprinhas Natura

Sou amante dos produtos da Natura. Por isso, eu, minha mãe e minha irmã juntamos nossa graninha para, de tempos em tempos, fazermos algumas boas aquisições.

Devo confessar que sempre me dá vontade de comprar muito mais do que eu compro. Mas eu me controlo e uso a grana que eu posso.

Hoje eu vim mostrar os produtinhos que eu comprei esse mês. Vem Comigo!

  1. Caixa de sabonete Todo Dia "Alecrim e Sálvia";
  2. Caixa de sabonete Todo Dia "Macadâmia";
  3. Caixa de sabonete Todo Dia "Frutas Vermelhas";
  4. Desodorante Todo Dia "Macadâmia";
  5. Loção Protetora Facial Fotoequilíbrio FPS30;
  6. Refil Hidratante Todo Dia "Alecrim e Sálvia";
  7. Desodorante Todo Dia "Alecrim e Sálvia";
  8. Hidratante para os pés Todo Dia "Macadâmia".

 Meu conjuntinho "Alecrim e Sálvia". Adoro esse cheirinho! Vai durar alguns meses! :)


 Meu conjuntinho "Macadâmia". Já conheço e adoro o cheirinho! Vou experimentar pela 1ª vez o hidratante para os pés. Vou fazer resenha e posto aqui depois. 😉


 Sabonetinho de Frutas Vermelhas e a loção protetora facial também estou experimentando pela 1ª vez. Vamos ver se atende às expectativas.

Vocês já usaram alguns desses produtos? O que acham deles? Gostaria de saber opinião, principalmente dos que eu estou experimentando pela primeira vez.

O estilo (recatado) da Fran Sartor
O estilo (recatado) da Karol Pinheiro
O estilo (recatado) da Tanesha Awasthi

Sapatos Coloridos

Engraçado que eu me lembro bastante do meu tempo de adolescência, onde eu e minhas amigas só tínhamos sapatos pretos ou marrons, e sempre cintos e bolsas pra combinar. Quando alguém passava por nós e estava com um sapato preto e uma bolsa marrom era motivo de risada pro resto da noite. Ah! E o sapato branco era o usado só em festas, casamentos e formaturas!

Esse tempo passou. E passou mesmo! Hoje em dia ninguém combina mais sapatinho marrom com bolsinha marrom. Quer dizer, às vezes até combina, mas esta não é uma regra imutável. Podemos hoje combinar tons diferentes, cores diferentes e até estampas diferentes. E pro meu alívio, devo confessar. Que saco seria se a moda não mudasse e eu vivesse pro resto da minha vida naquela neura que eu tinha quando adolescente de achar um sapato, um cinto e uma bolsa com exatamente a mesma cor.

Eu andei passeando por aí na net e vi algumas coisinhas lindas. Inspirem-se:

Aqui são alguns sapatinhos meus coloridos e estampados que eu amo de paixão!

O estilo (recatado) da Fran Sartor
O estilo (recatado) da Karol Pinheiro
O estilo (recatado) da Tanesha Awasthi
Página 147 de 153
«1 ...143144145146147148149150151... 153››