Butterfly Soul
Rascunho Literário
Guia para Mamãe de Primeira Viagem
BS no Youtube

Reeducação alimentar… #ummeslight

Chegou a minha segunda-feira! \o/

Sempre fui aquela menina que colocava mais e mais açúcar no suco… Aquela que comia um chocolate atrás do outro… Aquela que não gostava de nada de frutas, legumes e verduras, exceto maçã, batata e cebola. Durante toda a minha vida tive hábitos alimentares errados, e nunca fui a mais ativa das minhas amigas. Era eu que sempre tinha preguiça de fazer ginástica, a que preferia ficar sentada conversando a dançar nas festas. Quando cheguei aos 15 anos, vi que estava algo muito errado, porque eu queria ser magrinha como as minhas amigas e as mulheres da TV. Fiz dietas malucas, perdi muito peso, malhei na academia, fiz dança, natação. Fiquei com um corpo bem legal, mas comia escondido. Comia uma barra de chocolate e depois passava 3 dias sem comer praticamente nada pra compensar as calorias. Depois que entrei pra faculdade, não tive mais tempo de malhar tanto, tinha que estudar que nem uma louca, trabalhar e virar as noites fazendo trabalhos da faculdade. Comecei a me tornar sedentária de novo, descontei nos chocolates e muita comida pra aguentar o tranco, e comecei a engordar novamente.

Todos esses anos de escolhas erradas refletiram em um corpo no qual hoje eu não tenho muito orgulho, e ainda por cima, refletiu em taxas bem alarmantes de colesterol pra uma mulher na flor da idade como eu. O engraçado é que a gente acha que só acontece com o vizinho, e que a gente pode fazer tudo, que temos uma saúde de ferro.

Há algum tempo eu tenho visto mudanças graduais no meu corpo e no meu pique do dia-a-dia, e algumas vezes tentei mudar alguns hábitos, mas depois de 1 ou 2 semanas tentando, eu desistia e voltava à estaca zero. Mas só quem pode me ajudar com isso sou eu mesma. Dessa vez estou tentando de novo, mas com um outro foco: não o de ficar magrinha, mas sim de ter um peso saudável, uma vida saudável, poder colocar roupas confortáveis e bonitas, poder me sentir bonita e ter mais pique pro dia-a-dia. Não quero mais ter o manequim 38 de quando eu tinha 16 anos, mas quero me sentir linda e ter pensamentos de que terei uma vida longa e saudável pela frente dentro do manequim 42.

Pode parecer fácil pra quem sempre foi magrinha, mesmo com hábitos errados. Minha família nunca foi de magrinhos, e eu sei que minha genética não ajuda. Por isso eu preciso lutar contra a genética e me tornar uma pessoa com menos fritura e doces pra poder ter um corpo e uma saúde normal.

Aqui vão alguns hábitos do meu #ummeslight, a partir de hoje:

Não beber refrigerante;
Comer de 3 em 3 horas;
Evitar os doces ao máximo;
Todo dia comer 3 frutas;
Todo dia comer salada no almoço e jantar;
Trocar o arroz e o macarrão por integrais;
Beber pelo menos 2 litros de água por dia.
Fazer exercícios físicos pelo menos 3 vezes por semana.

Não vou dizer quanto estou pesando hoje, mas no dia 29/11 direi quantos quilos perdi e quanto meu colesterol baixou! 😉 Se der certo (e vai dar!) eu emendo em mais #ummeslight. Um mês de cada vez!

As coreografias do Daniel Saboya
5 coisinhas que estão me ajudando na reeducação alimentar
Diário de uma iniciante na academia #02 – O dia que eu malhei 6h da manhã

3 comentários
  • Patricia

    Hum!O lanchinho da imagem deu água na boca… kkk!
    É, Mari… O tempo passa e começamos a perceber os sinais das extravagâncias. Eu tbm entrei no regime. Vamo que vamo! A gente consegue.
    Beijos, flor!

    [Reply]

    mariabramo Reply:

    Oi Pati! Vamos juntas! Não vamos desistir, hein?!
    Beijos :)

    [Reply]

    Responder
  • Suelen Souza

    Boa Sorte flor, que tu consiga seguir em frente, aos pouquinhos tudo vai! eu estou passando por essa fase, obrigatoriamente por conta da gravidez, e meu marido tb por conta da saúde q nos deu um baita susto :P,ele não comia nada fruta,salada, agora ele se deu de conta que é questão de se acostumar! acostumar a comer as coisas saudáveis e deixar de lado as tentações 😛

    Beijus

    [Reply]

    Responder