Butterfly Soul
Rascunho Literário
Guia para Mamãe de Primeira Viagem
BS no Youtube

{Livro} A culpa é das estrelas – John Green

Título: A culpa é das estrelas
Autor: John Green
Editora: Intrínseca

Sinopse:
Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.


Minha classificação :

Minha opinião:
Ninguém me contou e eu tive um choque logo na primeira página: o livro é sobre câncer. Não, é sobre gente que tem câncer. Não, é sobre gente que tem câncer terminal e se apaixona. Essa é a definição do livro. E pra gente que tem câncer terminal e se apaixona, você já imagina o final da história. Previsível. Nada no livro me surpreendeu, na verdade. Nem a reviravolta do final.
O que me surpreendeu na verdade foi a propriedade que o autor fala sobre aspectos do câncer e tratamentos, que só uma pessoa que já teve ou passou uma situação dessas com uma pessoa bem próxima poderia saber.
Uma outra coisa que me influenciou muito também foi o fato de tantas pessoas me dizerem que o livro era maravilhoso! Eu fui com uma expectativa muito alta, e acabei me decepcionando. Se não tivessem falado tanto, se eu não tivesse ido com tanta sede ao pote, talvez tivesse achado ele melhor.
Observando o autor, eu gostei da maneira como ele escreve. Isso é ótimo pra mim, porque significa que as chances de eu gostar dos outros livros dele são grandes.

PROMETO FALHAR, de Pedro Chagas Freitas | Rascunho Literário
A IRMÃ DE ANA BOLENA, de Philippa Gregory | Rascunho Literário
TRÊS DIAS PARA SEMPRE, de Janda Montenegro | Rascunho Literário

10 comentários
  • Carla

    Eu adorei esse livro! Me surpreendi no final mesmo sabendo como uma história de gente com câncer acaba. Acho que sou muito manteiga derretida pq segurei pra não chorar muito no final. haha
    E eu também gostei muito da escrita de John Green, é bem jovial e informal.

    [Reply]

    Mariana Cruz Reply:

    eu chorei em alguns pontos no decorrer do livro, mas não no final…
    agora quero ler outros dele!
    bjos :)

    [Reply]

    Responder
  • Juliana

    Realmente a gente lê muito sobre esse livro ultimamente, mas só vim descobrir que era sobre isso essa semana num post da Jeh do DiMoça =/
    Parece bom, mas é como você disse, muita expectativa! Não sei se vou ler, talvez um dia… Já tive parente que faleceu com câncer e vi a luta de perto.

    Beijos!

    [Reply]

    Mariana Cruz Reply:

    sinto muito… então sinceramente se eu fosse vc não leria o livro, é desnecessário reavivar o sentimento 😉
    bjos

    [Reply]

    Responder
  • Luly

    Você foi a primeira pessoa que vi que não achou o livro uma coisa incrível, fantástica, maravilhosa e perfeita, e foi bom ver a opinião de alguém que gostou "moderadamente", porque eu ganhei ele de amigo oculto e ainda tenho que ler, mas tô com as expectativas LÁ NO ALTO MASTER e, como você disse, as vezes isso faz a gente se decepcionar!

    [Reply]

    Mariana Cruz Reply:

    É… Sempre que a gente vai com uma expectativa muito grande pra qualquer coisa, a gente acaba se decepcionando. O livro é bom, vai só com isso na cabeça… hehehehehehe…
    Beijos :)

    [Reply]

    Responder
  • Fran

    Gostei muito desse livro quando li. Depois, pensando sobre ele, foi perdendo a graça e agora acho clichê, hahaha. O meu preferido do John é 'Quem é você, Alasca?', mas muita gente detesta, rs.

    [Reply]

    Mariana Cruz Reply:

    hummmmmmmmmmm! esse eu ainda não li! vou ler!
    bjos :)

    [Reply]

    Responder