Butterfly Soul
Rascunho Literário
Guia para Mamãe de Primeira Viagem
BS no Youtube

Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz

(Foto inspiração daqui)

Eu queria te sacudir agora. Queria sacudir e gritar na sua cara o quanto eu gosto de você, pra ver se você acorda. Não cogito a possibilidade de pensar que você não sabe sobre meus sentimentos. Você é inteligente e entende os sinais. Não somos mais duas crianças.

Não consigo lidar mais com você. Porque você é sempre tão educado e tão fofo comigo? Se você fosse um babaca, seria facinho chutar sua bunda. Mas você é o oposto disso. Nunca achei que encontraria alguém assim tão legal na minha vida. Alguém que combina comigo em quase 100% das coisas.

Tô parecendo uma adolescente? Acho que sim. Se não parecesse, nem estaria escrevendo essa cartinha pra você, como se estivéssemos na terceira série. Ainda mais uma carta que eu sei que nunca chegará até suas mãos.

Você está me perdendo, isso eu posso afirmar. Quando começo a escrever cartas, é porque estou no processo de expurgo. Falta muito pouco tempo hábil pra você fazer alguma coisa. E você não está aproveitando isso, seu chatão. Você está jogando tudo pelo ralo.

Não consigo entender uma pessoa que um dia está super receptiva, e depois some 2 semanas. Não consigo entender uma pessoa que se rasga em elogios por mim, e depois quando eu avanço, recua. E ainda diz que está fechado pra balanço. É pra me fazer enlouquecer? Está conseguindo.

Não quero me gabar, mas nunca precisei correr atrás de homem. Nunca precisei me rebaixar pra ter alguém. Sempre tive opções, e hoje não é diferente. Tenho muitas opções, então, por que eu cismo com você? Eu sei que a gente não escolhe de quem gosta, mas meu coração não podia ser um pouco mais bonzinho comigo? Já tenho sofrido demais.

O pior é estar sentindo tudo isso e nunca nem ter sentido seu gosto. Definitivamente eu estou maluca. Nunca passei por isso. Fico imaginando que cheiro tem seu pescoço, e chego a sonhar com isso. Imagino você beijando meu corpo e eu segurando seu cabelo. Sim, definitivamente estou maluca.

Vou me mudar, vou fugir do país, pra ver se a distância mata esse sentimento. Porque ficar passando por perto da sua casa quase todo dia não ajuda em nada. Eu fico andando olhando em volta, pra ver se esbarro com você. Eu tento transferir tudo que eu tenho pra fazer pra bairros longe, mas não adianta. O destino sempre me leva pra perto de você.

Ah! E lembra aquele dia que eu falei que não ligo pra olhos azuis? É mentira. Eu adoro! Só não queria te dar mais Ibope. Já tenho me derretido demais na sua frente. Acho que vou fugir, é isso. Vou me mudar pra outro país. Deve resolver. Pelo menos não vou esbarrar com você por acaso. Pelo menos não preciso ficar com o coração a postos todo o tempo.

Você já leu o Pequeno Príncipe? Eu sempre lembro de você nessa parte: "Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieto e agitado: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração…" É assim que eu vivo. Nunca sei a hora de preparar o coração. Nunca sei a hora que você vai dar sinal de vida. Pode ser hoje, daqui a 10 minutos, ou daqui a 10 dias. Como eu vivo assim, sempre sobressaltada? Isso é muito injusto.

Eu deveria concentrar toda a atenção nas minhas coisas, nos meus projetos, no meu emprego. Mas me pego várias vezes ao dia olhando pro céu e vendo seus olhos. Eu estou maluca, definitivamente. Vou ao médico pedir um remédio pra isso.

(Foto inspiração daqui)

Isso é amor, o resto é posse
{Escrita Criativa} O tempo passou
{Escrita Criativa} O amor está nos detalhes

8 comentários
  • Victória Souza

    Adoreiiiiii o texto! Me identifiquei em cada linha haha tá fácil pra ninguém!
    Beijoo

    [Reply]

    Mariana Reply:

    hahahahaha

    [Reply]

    Responder
  • Tissiane

    Lindo texto!! Enquanto eu lia parei pra pensar um pouco na vida e fazer uma reflexão! E foi bom!

    Bjs

    [Reply]

    Mariana Reply:

    que bom :3

    [Reply]

    Responder
  • Marcia

    AIIIIIIII… QUANTAS VEZES JÁ SOFRI POR AMOR! É TÃO RUIMMMMMMMMM

    [Reply]

    Mariana Reply:

    verdade :(

    [Reply]

    Responder
  • Nana

    Já passei por isso mas posso te afirmar: se está sofrendo não é amor… valorize-se!
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    [Reply]

    Mariana Reply:

    Hahahaha… Caramba! Isso é uma escrita criativa… O-o

    [Reply]

    Responder