Ser mãe é diferente de ter filho

Em 08.03.2014   Arquivado em Maternidade

Eu vi, ninguém me contou. Lá estava ela saindo pra balada de novo, e o filho com lágrimas nos olhos. Será que ela não entende que agora é mãe? Que vontade é essa de curtir uma juventude que não existe mais? Os quinze anos já passaram há muito tempo, mas a mentalidade ainda é essa.

Ser mãe é diferente de ter um filho. Ter um filho todo mundo tem, é só ir lá, transar com qualquer cara, ficar de barriga, e depois, quando sentir as contrações, colocar pra fora. Aí acabou o seu trabalho. Alguém cuida dele por você. Alguém coloca pra ninar. Alguém faz os deveres da escola com ele.

Ser mãe não é isso. Ser mãe é observar enquanto ele dorme, e chorar de amor. É falar não. É abraçar quando ele estiver com medo. É contar histórias e rir da carinha dele imaginando ser tudo de verdade. É fingir que o coelho da páscoa existe e passar a madrugada fazendo pegadinhas de coelho pela casa.

Algumas pessoas me criticam quando eu digo que muita gente por aí não deveria ter filho. Mas é isso. Colocar filho no mundo pra depois outra pessoa criar, colocar filho no mundo pra não dar a ele tudo que tem direito, é muito injusto. Era melhor nem ter tido. Não quero dizer com isso que sou a favor do aborto! Por favor! Não! Sou a favor da castração voluntária. Você não quer ser mãe? Vai lá e liga as trompas! Justo! Você não quer! Mais justo que fazer um inocente sofrer.

  • Aninha

    Em 08.03.2014

    Mais uma vez devo dizer que concordo plenamente com a sua opinião! Às vezes quando falo sobre isso, minha mãe fica brava comigo, rs… Eu sempre falo que filho é pra quem pode! Quem pode e quer, aliás. Porque acho que não adianta nada ficar postando no facebook que AMA O FILHO ETERNAMENTE e no final de semana estar nas baladinhas da cidade, largando a criança de lado. É claro que os pais ainda têm sua individualidade, tem sua personalidade e vontades. Mas uma coisa que a minha mãe diz é que quando temos um filho pequeno, temos que pensar que nós podemos fazer as coisas só quando ele(a) pode. E como eu penso: cada fase do filho é única. Se a mãe e o pai não aproveitarem essas fases, isso nunca mais volta. É único.

    Beijos! :)

    [Reply]

    Mariana Reply:

    super concordo! não é pq é mãe e pai que não pode sair sem o filho… eu saio sem meu filho! mas cara, term que ter limite! como vc disse, cada fase é única e a criança precisa muito de vc… vc sair e deixar seu filho em casa chorando de saudade, ou em vez de sair com ele preferir sair com as amigas, é um absurdo!
    filho é pra quem quer, quem não quer, não tem condição de aguentar o rojão, que não tenha 😛
    bjos

    [Reply]

  • Gabi

    Em 08.03.2014

    Apoiada! Não tem nada pior para uma criança do que a falta de carinho, cuidados, atenção e amor de uma mãe. Além de tudo o mais que é dever uma mãe QUE É MÃE de verdade. Concordo que tem gente por aí que não deveria ter filhos, pois isso se torna só mais uma daquelas histórias de crianças abandonadas, ou deixadas com parentes, tristes e desiludidas que vemos por aí. Quando não se torna algo pior. Enfim, adorei seu post, de verdade.

    Mais uma coisa que percebi – e não poderia deixar de ter percebido – é seu novo layout! Que lindooooo! Me apaixonei pela simplicidade, pela cara de romantismo, pela delicadeza. E digo ainda que o blog está transmitindo essa fase que você está vivendo, de SER MÃE, no sentido mais verdadeiro da palavra. Está tudo lindo, parabéns!

    Super beijo.

    [Reply]

    Mariana Reply:

    eu fico muito triste qd eu vejo isso pq a criança não tem culpa, mas é ela que sofre, pq a mãe não tá nem aí! :(
    ah!! que bom que gostou do layout novo! eu tava com o outro há quase 2 anos, já tava na hora de renovar hehehehehehehe
    bjos :)

    [Reply]

  • Silvana

    Em 08.03.2014

    Mariana:
    Um texto super objetivo, que foca no ponto certo.
    Gerar um filho no ventre é algo muito diferente de assumir a responsabilidade de SER MÃE.
    É realmente uma escolha, que tem que ser feita levando em consideração todas as suas consequências.
    Por isso existem os métodos contraceptivos.
    Quem não quer assumir os deveres de mãe, não deveria engravidar.
    Bjs.:
    Sil

    [Reply]

    Mariana Reply:

    isso aí \o/
    bjos

    [Reply]