O-M-G! Tô ruiva!

Em 09.11.2015   Arquivado em Mulherzices

E aí, galerinha, como vocês estão? Por aqui está tudo ótimo! Rs…

Semana passada eu me deixei levar pelas emoções e fiquei ruiva de novo! Rs… Mas vamos começar a história pelo começo!

Bem, no passado (lê-se época de faculdade) eu trocava a cor do cabelo todo mês. Não é exagero. Eu escolhia qual cabelo eu teria no mês seguinte e já me preparava pra isso. Os professores da faculdade me chamavam de camaleão, porque entravam pra dar aula e lá estava eu, um dia loira, um dia ruiva, outro cabelo pretão. Eu amava trocar a cor do cabelo, cuidar dele… Enfim. Fiquei por bastante tempo ruiva e curtia muito, embora só pudesse usar roupas escuras porque desbotava muito. Achava lindo até quando o cabelo ia perdendo a cor e ficando meio abóbora. Curtia mesmo mesmo. Mas um lindo namorado #sqn um dia começou a implicar comigo, dizendo que eu ficava com cara de piranha de ruivo. Então eu tirei a cor pra nunca mais. Coloquei na minha cabeça que eu tinha cara de piranha quando colocava ruivo e assim foi por muitos anos.

Até que semana passada conversei com 2 pessoas, e as 2 falaram a mesma coisa. Eu estava pensando em fazer uma mecha rosa no meu cabelo, ou dependendo da minha loucura, pintar ele todo de rosa. Aí conversando sobre cabelos eu comentei do ruivo e as 2 pessoas me falaram a mesma coisa: “Precisa de muito mais do que um cabelo ruivo pra alguém ficar com para de piranha. E você não é uma, Relaxa.” Fiquei pensando em quanto tempo eu deixei de colocar uma cor que eu gostava porque eu enfiei na minha cabeça um pensamento machista que um cara machista me impôs.

Mas lá fui eu atrás de tinta rosa pro cabelo, porque a princípio eu ainda ia pintar de rosa. Como só achei tinta temporária rosa, acabei comprando a ruiva. A moça da loja ficou louca comigo, falando que meu cabelo estava lindo e que eu ia estragar meu cabelo com o ruivo. Poxa… Fui pra casa murchinha.

Ainda pedi pra minha mãe me ajudar a pintar e ela ficou louca quando viu a cor… Rs… Falou que era loucura minha fazer aquilo e que eu estava doida que nem a época da faculdade. Mas mesmo assim eu não desisti da minha ideia… E voilá! Cá estou eu de ruivo. :)

Eu estava com o cabelo castanho claro e clareando ele aos poucos pro verão… Pois é, os planos mudaram radicalmente. Mas eu curti. Dá uma olhada nas fotos (não repara na qualidade porque eu nem ia fazer post sobre isso, então tive que improvisar com as fotos do celular mesmo pra montar o post):

Produtos que eu usei:

Shampoo anti-resíduos Acquaflora Menta
Coloração Nutrisse Creme Coloríssimos – Cor Pimenta Fogo (Nº 6646) Louro Escuro Acobreado Ultravermelho

Obs.: Vocês lembram que no começo do ano eu cortei o long bob na altura do ombro? Tirando essas fotos eu me dei conta de como realmente meu cabelo cresce super rápido.

Mais mudanças no meu cabelo

Em 19.11.2014   Arquivado em Mulherzices

Não, eu não estou ruiva. Embora eu quisesse muito um ruivo alaranjado, não vai ser dessa vez, porque demanda muita manutenção e eu não estou nessa vibe agora e nem tenho grana pra manter o cabelo bonito como eu gosto. Por isso eu decidi que eu ia manter meu tom mesmo (que é castanho).

Além disso, desde que eu engravidei da primeira vez eu já senti a textura do meu cabelo mudar radicalmente. O que antes era liso, agora é cheio de frizz. Antes eu nunca me preocupei com esse tipo de coisa, mas agora esse frizz todo no meu cabelo está me deixando chateada, porque eu lavo e gosto de sair com ele úmido mesmo (ele sempre secou ao natural). Mas agora pra eu poder ficar com o cabelo liso, eu preciso secar com o secador, e isso me enerva porque eu não tenho paciência e nem tempo pra isso (já experimentou se arrumar com um pimpolho de 1 ano correndo a casa toda?).

Pois bem, como eu nunca tinha feito nenhum tratamento no cabelo na V-I-D-A, escolhi a Nacaratti Beauty House pra fazer o meu cabelo porque eu sou daquelas medrosas que tem medo do cabelo cair em casa, e além disso, como o meu cabelo está bem grande, eu não consigo pintar como deveria sozinha. A Danielle é uma profissional excelente da área e me explicou tudinho o que ia acontecer, e eu fiquei mais calma. No final das contas eu pintei e fiz uma nutrição intensiva, daquelas que finaliza com escova pro produto termoativar e depois faz prancha pra selar termicamente. O interessante é que a prancha dela vai a uma temperatura de 230°C, e normalmente essas pranchas que a gente têm em casa não chega em temperatura tão alta, aí se não selar na temperatura certa estraga tudooo (Dani, se eu falar errado você me corrige… rsrsrs…).

Olha os produtos que eu usei:

As tintas que eu usei foram Garnier Nutrisse, que eu já estou acostumada e uso há muitos anos e não me dão alergia. Dessa vez, como meu cabelo não era pintado há muitos meses e estava com uma raiz muito grande e muitos brancos (sim!) eu precisei usar 2 caixas. Fiz uma mistura com os números 51 (castanho exuberante) e 60 (avelã).

Para essa nutrição intensiva eu usei o Shampoo Care Clean Portier e o Creme de Hidratação Treat Tox, que é tratamento de Botox (sim! botox pro cabelo! eu nunca tinha escutado falar nisso!). O que a Danielle me explicou foi que o Shampoo Portier tira todos os resíduos do cabelo e abre as cutículas preparando pra hidratação. Depois vem o creme Treat Tox hidratando, e finaliza com a escova, pra termoativar e potencializar o produto no meu cabelo.

Agora dá uma olhada no meu antes e depois pra ver se não valeu a pena!!!


E aí? Gostaram? Eu adorei o resultado! Claro que nessa foto do depois eu tinha acabado o tratamento naquela hora, aí o cabelo fica chapado mesmo. Mas eu lavei no dia seguinte e ele ficou liso, mas sem estar chapado assim. O brilho continuou!!! Estou muito feliz com meu cabelo “novo”!!!

Se vocês quiserem fazer o cabelo com ela também, aí vai o contato:
Nacaratti Beauty House
Endereço: Rua 21 de Abril, 28 – Quintino – Rio de Janeiro
O nome da profissional é Danielle.
Atendimento com hora marcada através do telefone: (21)3685-2151 Fixo / (21)98201-3363 Whatsapp

A saga do meu cabelo novo

Em 14.09.2014   Arquivado em Pessoal

Sempre que a gente vai cortar o cabelo, a gente se inspira em alguém, direta ou indiretamente, não é verdade?

Como uma típica mulherzinha, eu queria fazer a revolução na minha vida, e isso quer dizer: novo corte de cabelo. Porque tudo continua igual, mas se o cabelo mudou, a gente acha que a revolução está tomando forma… hahaha…

Pra me inspirar, eu achei uma foto de uma blogueira / autora e fiquei babando. Pensei: “É esse o cabelo!” A menina se chama Clarice Freire, do Pó de Lua (você deve conhecê-la!). Ela tem o cabelo liso e fino como o meu, poderia ficar bem parecido o corte:

Fui no salão, descrevi exatamente como era o cabelo, como eu queria que ficasse, e olha como ficou:

Aí você vai dizer: “Mas o que um cabelo tem a ver com o outro?” Também queria saber essa resposta. Meu cabelo estava grande pra fazer exatamente aquele corte, mas não foi isso que aconteceu. Primeiro ela disse que como tinham camadas na ponta do cabelo, ela ia ter que tirar um pouco do comprimento. Ok, eu não tenho neura em cortar, então deixei. Falei exatamente sobre a franja que eu queria também, mas parece que nada adiantou. Ou ela não sabia fazer, ou ela não entendeu, ou ela queria fazer outra coisa (tem isso né?). Eu sei que saí do salão com o cabelo mais de 1 palma mais curto, uma franja que eu não queria, definitivamente o aspecto que eu não queria e nada a ver com a foto.

Ah! Ainda por cima quis me cobrar mais caro porque teve que pegar o secador pra secar a franja. Quando uma pessoa corta, nunca vi você sair com o cabelo molhado e cortado, sem o cara ver como ele ficou realmente. Precisa secar!!! Então se você me diz que o corte é R$45, eu entendo que vai lavar, cortar e secar pra ver como ficou. Não é escova, é secar. Aí no final a nota vem mais cara por que secou?

NUNCA MAIS VOLTO LÁ!!!

Não vou dizer quem é o profissional e nem o salão, porque é muito chato a gente fazer isso, antiético. Mas é um salão bem grande aqui no Rio, que eu nunca imaginei que aconteceria comigo.

No começo, quando cheguei em casa, fiquei me lamentando com a Ju do Metabolismo de Balzaca (coitada! ela me aturou! haha). Mas agora já me acostumei com o cabelo, mesmo sabendo que ele não é nada do que eu queria. Felizmente meu cabelo cresce rápido e daqui a pouco já vai estar enorme de novo e vou poder tentar, claro, em outro salão, fazer o corte que eu queria.

Moral da história: com tanta tecnologia, por que eu não coloquei a foto no celular pra mostrar no salão? Nunca mais vou sem a foto-inspiração pro salão.

Comprinhas e presentes de agosto/14

Em 26.08.2014   Arquivado em Pessoal

Antes de mais nada eu queria me desculpar por ontem, porque eu prometi a vocês que agora em agosto teria post todos os dias, mas embora o blog seja muito importante, meu filho está doente há mais de uma semana e ontem realmente eu não consegui postar. Vocês me desculpam?

Eu não costumo postar comprinhas aqui (você já deve ter percebido). Mas esse mês está valendo a pena, porque foi um mês muito atípico. Eu quase nunca compro nada mas esse mês eu fui A louca das compras e gastei bem mais do que normalmente eu faço. Além disso ganhei coisinhas bem legais. Então vamos lá?

Papete – Não pude nem acreditar quando vi aqui que no próximo verão essa sandália vai voltar com tudo! Há exatos 10 anos atrás, em 2004, quando entrei pra minha primeira faculdade, essas sandálias eram febreee (pelo menos aqui no Rio), e eu tinha uma. As meninas iam pra faculdade com ela até no frio e colocavam com meias! Hahahaha… Eu também já fiz isso. #shameonme Enfim… A febre voltou e eu já corri pra comprar uma, versão um pouquinho diferente porque com as 2 tiras eu já tive antigamente, e não queria comprar a mesma sandália de 10 anos atrás. Comprei essa na Sonho dos Pés, na coleção de verão que nem esquentou na vitrine ainda, mas já tem numeração faltando! Ela me pareceu MUITO confortável, mas eu ainda não usei, então depois eu volto com mais informações, caso vocês fiquem interessadas!

Donut para coque – Esse final de semana vou a um casamento. Como sou um AZ na make e penteado #sqn eu comprei esse donut pra fazer um coque falso e não ir com a mesma cara de sempre. Tomara que dê certo. Mas pelo vídeo da Lia pareceu bem simples.

Grampinhos – Para me ajudar com o secador ou qualquer outra coisa. Estava precisando. Também estou simpatizando com esses grampos pra prender minha nova franja enquanto estiver em casa. #aloucadosgrampos

Escova Raquete da Hello Kitty – A escova Ricca é da Hello Kitty porque se eu compro uma coisa neutra aqui em casa, 1 semana depois já pegaram (lê-se: marido se apoderou). Então quando eu não quero dividir, eu compro bem mulherzinha pra garantir a propriedade! Hahaha… Esse tipo de escova já me disseram que ajuda a tirar o frizz e também ajuda com o secador. #veremos Depois volto com mais informações.

Óleo para o cabelo – Eu nunca tive nada do Alta Moda é… mas como ele é da Alfaparf, resolvi experimentar. Esse é um reparador de estrutura capilar, com antifrizz, silicone e proteção solar. O que eu mais gostei é ver que é um óleo para cabelos lisos. Então comprei pra experimentar. Estava precisando de algo desse tipo.

Esmalte – Mais um esmaltinho da Giovana Antonelli pra eu amar (já falei sobre outro esmalte da coleção aqui). Bati o olho e apaixonei.

Livro Casamento blindado – Eu comprei recentemente o livro “Melhor que comprar sapatos” e comentei com uma amiga que estava achando bem legal. Então ela me deu de presente surpresa esse livro “Casamento blindado” que é da mesma autora que o outro, só que ela escreve junto com o marido, dicas pra fazer um casamento a prova de divórcio. Já mostrei pro meu marido e vamos começar a ler juntos! <3 Livro Como ter um casamento mais divertido – Esse livro aqui também foi presente. Na verdade fui convidada por um casal de amigos pra entrar num projeto sobre esse livro com eles. Então também vou ler o livro com meu marido e depois vamos fazer um jantar na casa dela (junto com outros casais amigos) pra podermos comemorar o início do projeto. \o/

Página 1 de 3123